A equipe de enfermagem, de forma geral, tem por essência o cuidado ao ser humano, individualmente, na família ou na comunidade, desenvolvendo importantes ações por meio do cuidado, responsabilizando-se pelo conforto, acolhimento e bem-estar dos pacientes.

Com esta afirmação somente conseguimos visualizar a equipe de enfermagem no contexto operacional do hospital. Porém, com as mudanças que ocorrem diariamente, podemos notar que estes profissionais estão exercendo cada vez mais, parte da equipe administrativa do hospital. Esta prática tem evoluído para adaptar-se às novas exigências dentro do contexto histórico, social, político e econômico.

Anteriormente o enfermeiro podia chegar a ser somente chefe de setor, mas o mercado exige que atualmente ele seja um gestor de uma unidade estratégica de negócios, exige que o enfermeiro obtenha competências gerenciais e de liderança, com entendimento do todo, e não somente da parte assistencial que lhe cabia.

Hoje com a busca por acreditação que os hospitais buscam, faz-se necessário que estes profissionais estejam alinhados com todos os setores do hospital, incluindo aí os departamentos administrativos e seus profissionais, e também os setores assistenciais (médicos, enfermeiros, técnicos, auxiliares, etc.).

Os profissionais de enfermagem são importantíssimos para a instituição que busca e obtém uma acreditação hospitalar, pois são eles que lidam diretamente com o cliente/paciente, e conhecem, como nenhum outro profissional dentro do hospital, quais são os problemas que estes apresentam, e porque buscaram ajuda para aliviar sua dor, num momento muito delicado da sua vida.

No processo de acreditação, estes profissionais devem receber treinamento constante, para desenvolverem cada vez mais os conhecimento e habilidades que ainda permanecem em construção e remodelagem. Sendo assim, a educação permanente é importante por permitir atualização das práticas realizadas cotidianamente pelos profissionais e construção de relações e processos que vão das equipes em atuação às práticas institucionais.

Com este aprimoramento constante e permanente do enfermeiro, acaba surgindo a liderança, que é a competência mais importante e mais presente nos gestores de enfermagem das instituições acreditadas. Isso é essencial para que o resto da equipe de enfermagem esteja cada vez mais envolvido com este processo, devido a que o profissional da mesma categoria se sente identificado com o engajamento de fazer com o que a sua instituição busque a excelência da qualidade, o reconhecimento, e um padrão de segurança no atendimento do paciente, imprescindível para o desenvolvimento da organização como um todo.

Outro detalhe é que para atingir a qualidade da assistência, o processo de acreditação hospitalar exige trabalho com vistas na interdisciplinaridade e superação da fragmentação institucional da assistência, fazendo com que os profissionais se organizem para entender a lógica do cuidado integral e atingirem, consequentemente, a qualidade desejada.

Nessa ótica, o profissional enfermeiro tem atuação fundamental junto à sua equipe no processo de acreditação, uma vez que participa ativamente em momentos decisórios, estratégicos e operacionais da instituição, envolvendo ações direcionadas para as dimensões do cuidar, administrar/gerenciar, ensinar e pesquisar.

Por isso, é importante que os gestores mantenham a equipe de enfermagem sempre pronta e preparada para agir com qualidade no atendimento dos seus clientes, sejam eles externos, como os internos também, pois assim o hospital terá seu reconhecimento, através das pesquisas de qualidade que são feitas com os usuários, e com a manutenção positiva do selo de acreditação que está buscando ou que conquistou e precisa manter.

Administrador Hospitalar pelo Centro Universitário São Camilo. Ampla experiência em rotina administrativa hospitalar, negociação de valores de materiais de alto custo e atendimento ao cliente. Busca se aprimorar com conhecimentos para a gestão e motivação de pessoas no ambiente hospitalar. Experiência em relacionamento com clientes, busca de novas parcerias e negócios.

5 Thoughts to “Equipe de Enfermagem e sua importância na Acreditação Hospitalar.”

  1. Eliza Silva

    Queria saber qual o principio de atuação dos profissionais de enfermagem dentro da administração hospitalar?

  2. Denise Nitzke Cunha

    Edson, concordo com você quanto ao artigo escrito. Sou enfermeira e auditora ONA atualmente pelo IQG – Instituto Qualisa de Gestão. A visão sistêmica, interdisciplinar e multidisciplinar deveria ser disseminada para todas as áreas da instituição. Afinal todos direta ou indiretamente estão envolvidos no resultado a efetividade da assistência ao paciente.

  3. Ana Maria Monteiro Machado

    Parabéns por compartilhar suas colocações. Sou enfermeira há 32 anos.Sou auditora interna do processo para manutenção da certificação ISO9001/2008, e sou treinada para auditoria da ONA. Tudo que você disse é realmente muito importante.

    Parabéns novamente!

    1. Andrea Soraia Araujo Ribas

      Oi Ana Maria,
      Sei que o assunto não é esse, mas como faço para ser um auditora da ONA. Seria possível citar os caminhos, como cursos. Obrigada!
      Att,
      Andrea Ribas

  4. Enfª Regina Araújo

    Edson, parabéns por suas colocações objetivas, com clareza. Realmente a equipe de enfermagem tem um papel importante nesse processo de Acreditação Hospitalar. Obrigada por expor essa importância.

Leave a Comment